Carreira

Como aplicar o planejamento estratégico para sua carreira

Marcieli Maria Capucho Mantovani
22 de outubro de 2019

Isso mesmo que estão pensando, assim como as empresas possuem o planejamento estratégico, nós precisamos ter um planejamento estratégico para a nossa carreira.  

As organizações sempre fazem esse planejamento estratégico para se desenvolverem e alcançarem o seu objetivo, o resultado almejado. Se elas fazem isso, por qual motivo nós não precisamos fazer? Cada um possui o seu sonho, e não será na inércia que iremos alcançar, precisamos sim nos planejar estrategicamente com o foco no que queremos.  

Para entendermos melhor o que seria esse planejamento estratégico de carreira, precisamos fazer um paralelo com o planejamento empresarial. 

Tabela para planejamento de carreira

Como vemos na imagem acima, o que difere um do outro é o primeiro quadrado, o plano estratégico de carreira possui a ambição, papel e competência no lugar da visão, missão e valores.  

Ao invés da visão das empresas, teremos a nossa ambição e não devemos vê-la como algo ruim. É uma palavra forte, mas aqui ela remete a algo que queremos para o futuro, para onde queremos chegar.  

Para definirmos qual é a nossa ambição, podemos nos fazer as seguintes perguntas: 

– Que tipo de vida você quer criar para si mesmo? sempre pensando no futuro, a médio ou longo prazo. Muitas vezes não fazemos esse planejamento com medo de nos frustrar, porém é importante, se a empresa faz a missão, porque não vamos fazer a nossa ambição? 

– Qual o status que você quer alcançar na sua vida? Um exemplo é querer ter uma qualidade de vida, querer ser reconhecido como referência no seu local de trabalho / na sua profissão, querer fazer o melhor que puder, dar o melhor de si dentro da sua área de atuação ou querer ser responsável por mudar a vida das pessoas.  

Já quando falamos em missão das empresas, na carreira falaremos de papel. Qual é o meu papel para poder criar aquele futuro? O que posso fazer agora para alcançar a minha ambição? 

– Que tipo de pessoa você tem que ser para poder criar a vida que você quer? 

– Qual é a sua responsabilidade pessoal para construir o futuro que você quer? 

Exemplos de papel: Preciso priorizar algumas atividades e alcançar os resultados esperados. 

Já quando falamos em valores no planejamento empresarial, no planejamento de carreira falaremos de competências, ou seja, o que eu preciso desenvolver para alcançar a minha ambição? Precisamos analisar onde precisamos ser bons. Quais são as competências primordiais das pessoas que alcançam a realidade que eu estou almejando?  

Para isso podemos nos balizar por meio de CHA: 

Conhecimento: O que você deverá estudar? 

Habilidades: Qual será o seu método de prática para se tornar bom neste assunto? 

Atitudes: Apontar os comportamentos que devemos reforçar e aqueles que devemos abandonar.  

É interessante fazermos uma análise e colocar os comportamentos que temos hoje que são essenciais para alcançarmos a ambição e quais devemos desenvolver.  

Após feito essa análise, quais são os nossos objetivos? Definir os objetivos pode não ser uma tarefa muito fácil, algumas pessoas possuem certa dificuldade em pensar a longo prazo. Caso você consiga se imaginar onde quer estar daqui 5 anos, ótimo! Defina esse objetivo e junto com ele faça um acompanhamento verificando ao final de cada ano se você se encontra no caminho certo para daqui 5 anos estar onde planejou. 

Exemplo: Em 5 anos quero ser um empreendedor de sucesso e referência no mundo de inovação, mas para isso até o final deste ano preciso ter lançado o MVP da minha Startup. 

Já se você não consegue pensar a longo/médio prazo não desanime, podemos sim começar definindo objetivos de curto prazo, ou seja, como você quer estar daqui 1 ano? Se não consegue enxergar em 1 ano, tente enxergar como quer estar em 3 meses, o importante é não ficar em inércia por não conseguir enxergar esse futuro.  

Para alcançar os objetivos devemos definir nossas metas, para esta definição uma ferramenta muito bacana é a S.M.A.R.T. que é uma meta eSpecífica, Mensurável, Atraente, Realista e orientada a Tempo.  

Para utilizar esta metodologia, ao traçar a meta devemos atender todos os requisitos da SMART, ou caso contrário ela será fraca, isso tem muito haver com a nossa própria motivação. 

Especifica: ela tem que ser bem clara;  

Mensurável: Devemos mensurar o porquê, caso contrário, não saberemos se entregamos ou não, se atingimos ou não; 

Atraente: Se for uma meta que não é ambiciosa, faltará motivação para ir atrás; 

Realista: Se for uma meta muito difícil, não teremos motivação para correr atrás pois já podemos começar com a sensação de que perdemos; 

Orientada a tempo: Para fugir daquele clichê de “não consegui agora, mas ano que vem eu tento novamente” e assim ir empurrando com a barriga. Por isso deve-se ter um prazo para conclusão.  

E para concluir vamos falar sobre o fechamento do plano estratégico de carreira. Para fazer esse fechamento devemos analisar os seguintes tópicos: 

– Essas ações dependem só de mim? Caso não, o que fará para convencer os outros a fazerem sua parte? 

Quando pensamos em plano de ação devemos nos sentir protagonistas, é puxar a ação para nós. Evite pensar que não depende só de você e ficar nessa inércia, temos que pensar que depende exclusivamente de nós, sempre puxar o protagonismo para si mesmo. 

Exemplo: Se na sua ambição você percebeu que você quer ser um líder e precisa desenvolver esta competência um exemplo bacana de plano de ação é: 

“Me candidatar para gerenciar o projeto XPTO a fim de desenvolver minhas habilidades de liderança na reunião do time no dia 15.” 

Para alcançar a vida que você ambiciona só depende de você e do que você vai fazer agora! 

Sobre a autora

Marcieli Mantovani é formada em Administração de empresas, Fast MBA Lead em Liderança e gestão de pessoas, cursando MBA em Gestão da Comunicação Organizacional.
Trabalha a 6 anos no mercado de negócios.


Escrito por

Marcieli Maria Capucho Mantovani
Formada em Administração de empresas, Fast MBA Lead em Liderança e gestão de pessoas, cursando MBA em Gestão da Comunicação Organizacional. Trabalho a 6 anos no mercado de negócios.

Inscreva-se e receba nossa newsletter!

Estamos sempre gerando conteúdos inéditos para compartilhar conhecimento com você, além das últimas notícias de tecnologia.