seja-luz
Coluna do Ilson Rezende

“Seja luz”​, não pedra de tropeço

seja-luz
Ilson Rezende
13 de agosto de 2019
seja-luz

Há pouco mais de um ano realizamos o planejamento estratégico para 2018. Em um momento de introspecção do time de planejamento, começamos a discutir a essência do propósito do Grupo DB1. Essa discussão já vinha há dois anos e frases são postas uma após a outra, algumas até oficializadas, mas todas foram caindo no surgimento de uma outra. Nesse encontro de planejamento de final de ano foi diferente, foi aquele momento “Eureca! É isso!”, as coisas de repente fazem sentido em uma única frase.

Agora você pode ouvir esse artigo! Aproveite o player abaixo para conferir a leitura do conteúdo:

Um sintoma que logo apareceu foi de as pessoas começarem a contar exemplos de momentos que fomos “Luz” e de alguns poucos momentos que fomos “Pedra de Tropeço” na vida dos clientes e o impacto que tínhamos causado na vida de cada uma das pessoas envolvidas nesses casos. Quando desenvolvemos um projeto altamente inovador que muda a forma como um cliente vende ou entrega seu produto, o que isso representa na vida das centenas de pessoas que trabalham lá e na vida dos clientes desse cliente, como muda a vida deles? Nesse momento entendemos o poder que tínhamos nas mãos. Que de fato não existe negócio entre dois CNPJs, embora o foco do Grupo DB1 esteja em negócios (B2B), somente havia negócio entre CPFs (de pessoas aqui para pessoas lá).

O que existe são pessoas. Pessoas do Grupo DB1, ajudando pessoas do lado do cliente. Caso nossos produtos e serviços não forem entregues e gerarem a mudança que foram projetados (valor) com muito compromisso, empenho e profissionalismo, corremos o risco de ser PEDRA DE TROPEÇO e não LUZ para essas empresas e consequentemente para as pessoas que são impactadas por ela. Precisamos realmente ter muito compromisso, empenho e profissionalismo e colocarmos todo nosso talento para que sempre sejamos LUZ.

Não importa qual seja com serviço ou produtos, a situação é sempre a mesma. Imagina um cliente que aposta em uma estratégia de alavancar suas vendas, com a contratação do ANYMARKET, nossa plataforma de vendas em marketplaces. Ao conectar sua loja online aos marketplaces não realiza venda: ele gastou dinheiro, trabalhou em um projeto que poderia definir a sobrevivência do seu negócio no futuro e nada deu certo, perdeu tempo de executar essa estratégia ao invés de outra. E qual a nossa responsabilidade sobre isso? Podemos dizer que nenhuma, que entregamos o que ele comprou. Mas entregamos o que ele precisava? Fomos Luz no caminho dele? Talvez, o que precisávamos ter entregue é um diagnóstico de que ele não deveria entrar em marketplace, ou pelo menos quais os riscos dessa empreitada… ou simplesmente dizer não, você não está no momento certo para essa estratégia… isso sim seria “Ser Luz”.

Me recordo de certa vez que um cliente da unidade de Gestão Empresarial aprovou uma ordem de serviço de aproximadamente 750 horas de desenvolvimento. Um valor significativo para nós na época. Quando li a ordem de serviço levantada pelo time (a equipe de certa forma até orgulhosa pelo aumento do faturamento nessa conta), solicitei para o implantador não realizar a ordem de serviço e levar o cliente em outro cliente nosso que fazia o processo de expedição de forma diferente e não tinha os problemas que aquela ordem de serviço pretendia resolver. Assim, ele descobriu que poderia resolver o problema sozinho simplesmente fazendo uma mudança organizacional em menos de uma semana. Após a visita, o cliente agradeceu muito nossa atitude e estava muito grato, pois não somente resolveria aquele problema, mas tinha viabilizado outras melhorias que poderia implantar na empresa. De fato, entregamos um valor enorme sem desenvolver uma linha de código, o que pode ser considerado um absurdo para uma Fábrica de Software, mas para nós sempre foi algo comum e é uma história que temos muito orgulho de contar, pois pois verdadeiramente fomos LUZ na vida desse cliente e das pessoas que fizeram essa visita. Ah, e ele continua sendo cliente nosso há mais de 10 anos!

Por isso acredito que encontramos nossa essência, nosso propósito. “Seja Luz” é uma iniciativa que estimula que todos na organização persigam o sonho de impactar positivamente e transformar o futuro de empresas e pessoas. MUITO tem sido confiado a nós quando somos contratados, muitos sonhos corporativos que, por consequência, são de pessoas e podem ser atingidos com a nossa ajuda. Muitos percalços podem ser evitados com nosso apoio… e tenho dito, que se não temos um “Propósito Transformador Massivo” (PTM) que vai mudar algo no mundo todo (como está na moda agora), vamos mudar profundamente o mundo das pessoas que tivermos contato, e isso, nem o Google com seu PTM, vai conseguir fazer tão forte quanto nós, para aquele grupo de pessoas.

Seja Luz!


Escrito por

Ilson Rezende

Inscreva-se e receba nossa newsletter!

Estamos sempre gerando conteúdos inéditos para compartilhar conhecimento com você, além das últimas notícias de tecnologia.