skip to Main Content
Bordado Com A Escrita "não Desista Do Seu Sonho Diário", Em Inglês.

5 mitos relacionados a transição de carreira

Muitas vezes, em nossa trajetória profissional, precisamos lidar com a possibilidade da transição de carreira. Nem sempre essa ideia é bem vista e, quase sempre, achamos que ela é algo difícil de acontecer ou até mesmo que impossível. 

 Hoje, vamos exemplificar alguns mitos relacionados a transição de carreira, buscando entender que esse é o primeiro passo para quebrar as barreiras e alcançar esse objetivo.

Clique para baixar o guia prático para desenho de arquitetura de software.

Transição é uma palavra que causa um certo medo. Ela nos lembra movimento e, segundo o Dicio, o termo significa passagem de um estado de coisas a outro: uma rápida transição; mudança. 

Em nossa carreira profissional, transição nos traz novos desafios. Isso significa que vamos sair de um lugar que já conhecemos para um outro, ainda desconhecido. Naturalmente, vivemos esse processo de transição quando somos promovidos, quando agregamos mais tarefas ao nosso cargo atual ou até mesmo quando saímos de uma carreira profissional para iniciar outra. 

Sol nascendo no horizonte.
Na vida, mudar de carreira pode se relacionar com o horizonte, no qual precisamos escolher para onde olhar e para onde ir. Imagem: Reprodução | Elliott Engelmann on Unsplash

Nosso objetivo aqui é compreender a transição como um fenômeno comum e acabar com alguns mitos que são relacionados a ela. Vale lembrar que existem vários mitos relacionados a transição de carreira e que alguns deles são frutos de uma sociedade estruturalmente preconceituosa. 

Os mitos na transição de carreira

Ao todo, são cinco mitos relacionados à transição de carreira que precisam ser descontruídos, para que você consiga tomar decisões sem culpa e buscando, sempre, sua realização profissional. 

1. Migrar de carreira é sinônimo de falhar 

Copo de café derramado no chão.
Precisamos desmistificar a ideia de que mudar de carreira é o mesmo que uma falha. Imagem: Reprodução | Jan Antonin Kolar on Unsplash

Muitas pessoas ainda acreditam que migrar de carreira é uma ideia que surge quando a pessoa falha em sua profissão atual. Isso não é verdade. Nós precisamos ser pacientes e entender que o trabalho não deve ser um mal necessário, mas sim um bem para toda a vida.  

Se não estamos felizes com o que estamos fazendo, para termos uma vida mais confortável e saudável, precisamos buscar a mudança, afinal, essa atividade utilizará parte do nosso dia por um logo periodo de tempo. 

2. Mudar de carreira? Isso não é para mim 

Placas de não ultrapasse.
Mudar de carreira é uma barreira que pode, sim, ser cruzada. Imagem: Reprodução | Michael Dziedzic on Unsplash

Algumas pessoas até concordam que a mudança de carreira é viável e que deve ser feita se for necessária, porém essas pessoas também adoram dizer que a mudança não é para elas. Elas buscam diversos motivos para argumentar sobre essa afirmação:  

  • “Eu não tenho mais idade para isso” 
  • “Eu tenho filhos” 
  • “Preciso pagar minhas contas” 
  • “Não tenho tempo” 

Precisamos entender que o trabalho é algo necessário em nossas vidas e que ele também é responsável por grande parte de nossas conquistas. Além de nos trazer grandes momentos de felicidade, o trabalho deve ser motivador, incentivador e, sempre que possível, prazeroso. 

3. Eu não tenho mais a capacidade de aprender algo novo 

Pessoa aprendendo algo novo ao mexer com fios.
Começar de novo é sempre possível. Imagem: Reprodução | Jeswin Thomas on Unsplash

Outra coisa que afeta algumas pessoas é essa tal capacidade de aprendizado. Talvez seja uma falta de disposição de encarar esse novo desafio ou até você está sendo bombardeado com uma enxurrada de informações que não estão sendo motivadoras. Neste momento precisamos levar em consideração duas coisas:  

  1. A consistência nos estudos vai te levar ao seu objetivo de aprendizado
  2. Talvez você precise de mais tempo para aprender algo, porém você tem a maturidade necessária para manter a disciplina nos estudos

Clique para baixar o guia prático para trabalho com GitHub.Por isso, seguindo os passos abaixo, você chegará ao resultado esperado: 

  • Defina os seus objetivos. 
  • Seja persistente. 
  • Saiba ouvir o outro. 
  • Aprenda a se controlar. 
  • Respeite as opiniões alheias. 
  • Enfrente os seus medos. 
  • Assuma as suas responsabilidades. 
  • Não se compare com outros. 

4. Nenhuma empresa vai me contratar 

Placa de "não entre".
Conforme você se profissionaliza, será reconhecido e contratado. Imagem: Reprodução | Photo by Sanchez Amezcua on Unsplash

Essa afirmação é mais comum do que podemos imaginar. As pessoas que pensam na transição da carreira geralmente já têm uma certa idade e acham que as empresas só contratam trainee ou juniores se tiverem menos que 25 anos de idade.  

Aqui é onde precisamos utilizar da nossa experiência de vida profissional e pessoal para manter o equilíbrio contra a falta de experiência na nova área de atuação. Utilizar das nossas soft skills é fundamental para convencer os recrutadores que somos aptos a oportunidade que estamos buscando. Além disso sua experiência é um recurso que pode ser utilizado e irá contribuir com o seu aprendizado nessa nova jornada. 

5. Essa é minha oportunidade de trabalhar menos e ganhar muito mais 

Cachorro viajando de carro.
Não pense que mudar de carreira significa salários maiores. Imagem: Reprodução | Ignacio Amenábar on Unsplash

Aqui nós temos um mito que vai na contramão dos mitos exemplificados anteriormente. Algumas pessoas estão bem em suas profissões, porém ficam motivadas a migrar de carreira justamente buscando menos esforço e mais recompensa.  

Certamente, se essa é sua única motivação, talvez seja interessante ficar onde está. Iniciar uma nossa trajetória profissional não é fácil e requer bastante empenho e esforço. Às vezes, esquecemos do quanto nós nos esforçamos para iniciar nossa primeira carreira profissional justamente porque na época éramos adolescentes ou até mesmo jovens adultos.  

Fazer esse trajeto por mais de uma vez certamente é algo que vai demandar esforço e consistência, por já termos feito isso anteriormente, agora nós já sabemos o quanto iremos caminhar para chegar onde desejamos. 

Conclusão 

Se você quer buscar uma nova profissão, entenda quais são os seus motivos e objetivos de vida pessoal e profissional. Se possível, faça pesquisas e tente mensurar como você pretende estar nos próximos anos. O artigo intitulado Saiba como fazer sua linha do tempo profissionalescrito pelo coach executivo Edgar Amorim, ensina um pouco mais sobre como planejar o processo de mudança usando método simples de linha do tempo profissional. 

A mudança nunca é fácil e certamente será um grande desafio. Você terá que dar seu melhor sempre e buscar ver as coisas com a responsabilidade de alguém que está um nível acima de você. Porém, com essas reflexões, pode ser mais fácil dar o primeiro passo! 

No Grupo DB1, temos programas de transição de carreira internos para quem busca por novas oportunidades e experiências. Clique na imagem abaixo e confira as vagas abertas! 

Acesse as vagas abertas e venha trabalhar na DB1!

Sobre o autor

Michel Franklin Silva Bernardo é amante das tecnologias e do desenvolvimento iOS. Professor de Inglês e Desenvolvedor, adora escrever sobre tecnologia e compartilhar conhecimento. Música, videogames e musculação fazem parte da sua caixa de hobbies assim como educação, saúde e tecnologia fazem parte da sua essência profissional.

Fale com Michel no LinkedIn!

Compartilhe:

This Post Has 0 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top